quinta-feira, 20 de abril de 2017

Gentileza ,não tão gentil ….

 

Já comentei, no Face, sobre o homem mito que chamavam de Gentileza.

Tudo aconteceu depois do incêndio de um Circo em Niterói (RJ), leia AQUI toda a história.

Lendo, num café do shopping, o Jornal O Globo de 18/04/2017, coluna Gente Boa, de Cleo Guimarães, deparei-me com relatos iguais aos meus.

Veja as fotos dos comentários:

20170420_100151

20170420_100346

Na época eu era adolescente, usava minisaia, batom vermelho …..

sempre um pouco adiante do tempo, fazia o que queria (nada demais), tinha juízo rsrsr

E meus pais me apoiavam, pois sabiam da filha que tinham.

Então,  nessa época os ônibus faziam ponto final na Av. Amaral Peixoto (em frente às Barcas).

Descíamos do ônibus, todas meninas assustadas com o que viria, isso todos os dias:

o “Gentileza” ficava na porta de saída e com um bastão nas mãos ameaçava nos golpear.

Dizia que éramos pecadoras e muitas coisas mais, que não gosto nem de lembrar.

Ninguém em Niterói via ele como uma pessoa gentil, educada, e sim como um “maluco agressor e assustador”.

Na travessia das Barcas era a mesma coisa, tínhamos que trocar de lugar ….

Depois ele foi para o Rio de Janeiro e “eudeusaram ele”.

Não concordo, até hoje.

Sad smile

Obrigada pela visita, volte sempre.

Já está participando do Sorteio?

Um comentário:

  1. Puxa. um outro olhar sobre ele! Sempre ouvi o contrário, mas tu conviveste e o conheceste de perto, deves saber! Lindo feriadão! bjs, chica

    ResponderExcluir

Oi, que bom que você veio deixar umas palavrinhas sobre esta postagem.
Adoro interagir. Muito obrigada. Volte sempre, tá?